Verfasst von: Martin Kelting | 9. Juli 2009

Lula brinca G8

Lula distribui camisas da seleção brasileira em reunião com países emergentes

ROGERIO WASSERMANN
da BBC Brasil, em L’Áquila

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou uma reunião com líderes de outros países emergentes nesta quarta-feira, na Itália, para distribuir camisas da seleção brasileira e se vangloriar da vitória do Brasil na Copa das Confederações, realizada no mês passado na África do Sul.

A distribuição das camisas, assinadas por todos os jogadores da seleção campeã, foi feita após uma declaração política conjunta do chamado G5, grupo que reúne Brasil, China, Índia, México e África do Sul.

O G5 participa nesta quinta-feira e também na sexta-feira como convidado da reunião anual de cúpula do G8, o grupo das sete nações mais industrializadas do mundo e a Rússia, que ocorre em L’Áquila, na Itália.

Lula disse que ainda pretende distribuir mais três camisas durante os encontros na Itália, para o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para o premiê italiano, Silvio Berlusconi, e para o presidente do Egito, Hosni Mubarak, já que seus países foram adversários „muito duros“ do Brasil na Copa.

Segundo Lula, a seleção brasileira se apropriou do lema da campanha de Obama para virar o jogo da final da Copa contra a seleção americana.

‚Nós podemos‘

„O Obama apareceu na televisão dizendo ’nós podemos, nós podemos‘. E quase que a seleção dos Estados Unidos ganha da gente, mas aí quando estava 2 a 0 para eles comecei a dizer ’nós podemos, nós podemos‘, e a seleção brasileira ganhou“, brincou Lula. A partida terminou em 3 a 2 para o Brasil.

Lula começou a distribuição das camisas nesta quarta-feira dizendo ao presidente da África do Sul, Jacob Zuma, que assistiu à semifinal entre as seleções brasileira e sul-africana pela televisão e que viu, também pela televisão, como o colega ficou triste ao ver o Brasil marcar um gol no final do jogo para ganhar de 1 a 0.

Dirigindo-se então ao presidente mexicano, Felipe Calderón, que coordenava a reunião, Lula disse que a seleção do México é sempre uma adversária dura do Brasil.

A terceira camisa foi dada ao premiê indiano, Manmohan Singh. Ao entregar o presente, Lula disse esperar que a Índia, país sem tradição no futebol, tenha um dia uma seleção capaz de disputar de igual para igual com a brasileira.

via  folha Online

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s

Kategorien

%d Bloggern gefällt das: